Quinta Pregação: Grupo de Oração em saída – Leandro Rabello – Retiro Estadual para Coordenadores de Grupos de Oração

Terceira Pregação: Dimensões de serviço | Leandro Rabello – Retiro Estadual para Coordenadores de Grupos de Oração
23 de março de 2019
Pense Nisso 03: A relação entre o Pelagianismo e o texto de Romanos 5
28 de março de 2019

Na manhã de domingo (24), Leandro Rabello fez sua pregação com a temática “Grupo de Oração em saída”, afirmando que a missão do Grupo de Oração (GO) é atrair as pessoas para o Senhor. E, para isso, as portas dos grupos não podem permanecer fechadas.

A fé católica entende que a missão provém do seio da Santíssima Trindade, a qual não se fecha em si mesma, e que, a partir do acontecimento de Pentecostes, todos os cristãos são impulsionados à evangelização. Diante disso, o Documento de Aparecida reforçou a necessidade de um novo Pentecostes na Igreja a fim de que ela cresça.

Posteriormente, Leandro motivou os coordenadores a refletirem sobre o número de participantes que atualmente frequentam seu GO. É certo que a graça de Deus não depende da quantidade de participantes para que aconteça. Porém não podemos assumir um caráter de “pastorais de manutenção”, exorta o pregador. No coração do coordenador deve existir sempre o desejo pelas almas. Não se contente com pouco, pois o Senhor te pede sempre mais!

Leandro lembra a fala de Dom Alberto Taveira no ENF 2019 de que através do Batismo nós não fazemos missão, mas somos missão. Ela é um estado permanente de vida! Há muitas pessoas que estão perto de nós, porém distantes de Jesus, a começar por nossas casas e ambientes de trabalho.

Ser missionário é próprio de todo batizado. Por isso, não há empecilho para a vida missionária. Em primeiro lugar se faz missão com o testemunho de vida e, em seguida, com o querigma. Deixe de pescar dentro do próprio aquário! Ao realizar Seminários de Vida no Espírito (SVE) e Experiências de Oração (Expo), busque aqueles que estão fora da Igreja!

Você tem vivido a graça do Batismo autêntico? Você tem sido sal da terra e luz do mundo? Você é chamado a sair da inércia e anunciar, já que “o Espírito Santo constitui o agente principal da evangelização”, diz a encíclica Evangelii Nuntiandi.

A pregação se encerrou com as palavras de São Paulo VI sobre a urgência de que todo cristão tenha “fogo no coração, palavras nos lábios e profecia no olhar”.

Fonte: Isabela Corrêa | Núcleo MUR da RCC Santa Catarina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X